A SESSÃO DE SEXTA (18 DE AGOSTO) FOI PAUTADA NA GREVE DOS PROFESSORES EFETIVOS DE CANINDÉ

Compartilhe esta postagem:

A Câmara de Canindé ficou bastante movimentada nessa sexta feira. Isso Deve-se ao fato dos professores da rede municipal de Canindé estarem em greve. Com isso, os mesmos foram participar da sessão visando reivindicar seus direitos, sobretudo, o atraso de salários de todo o corpo docente desde infantil até o fundamental II.

De acordo com o vereador, Ilomar Vasconcelos (PT), o que ocorre atualmente em Canindé é um total descaso com a educação básica municipal. “Enquanto as indicações políticas e a falta de compromisso da gestão prevalecerem dentro do processo educacional de Canindé, infelizmente, as coisas continuaram árduas, no processo de ensino e aprendizagem, sobretudo das nossas crianças”, ressaltou Ilomar.

Já o vereador, Sergio, afirma que uma parcela dos negligências ocorridas na educação de Canindé deve-se a falta de compromisso de alguns professores em honrar seu papal em sala, propondo e aplicando um ensino de qualidade. “Se o professor não acredita na própria escola na qual ele ensina, quem mais pode acreditar.
Se os professores da rede públicas confiasse no seu próprio ensino eles não colocariam os seus filhos para estudar em escola particular.”, completou Sérgio. Depoimento esse, que após ser divulgado por um usuário em uma rede social, gerou bastante repercussão por parte da população, sobretudo dos docentes canindeenses.

Ainda sobre a educação, o vereador Ilomar salientou que há tempos não existe projeto educacional com objetivos e metas prévias, que todos possam empenhar-se para alcançar um legado diferente do que se vê hoje. Ele ressalta que o pior caso é sobre o 9º ano que está largado dentro das escolas, principalmente por falta de apoio da gestão municipal.

Fonte: Setor de Tecnologia da informação da câmara de Canindé.