CÂMARA CANINDÉ PERFURA COM RECURSOS PRÓPRIOS, POÇO PROFUNDO NO PRÉDIO DO PODER LEGISLATIVO.

A acentuada crise hídrica em Canindé (a 118Km de Fortaleza) levou a Câmara de Vereadores deste município do Sertão Central a autorizar a perfuração de um poço profundo ao lado da Casa Legislativa. 

O poço tem 80 metros de profundidade e uma vazão de cinco mil litros por hora.

Além de atender o prédio público, o poço também abastecerá os bairros vizinhos, acrescentou “Panta”. O poço está sendo perfurado na rua, ao lado do prédio da Câmara Municipal. A cidade enfrenta uma das maiores crises no abastecimento de água nos seus 170 anos de história, a incerteza hídrica continua e como o serviço de abastecimento de água sempre foi uma das suas prioridades, agora se realiza de forma humanitária, justifica.
A preocupação tem motivo.

Conforme o diretor da Câmara, Giovani Lira, serão instaladas três torneiras em um ponto estratégico para a população poder apanhar água a qualquer hora. Os dois açudes da cidade, o Sousa e o São Mateus, estão completamente secos. São cinco anos de estiagem. A solução encontrada foi captar água do açude General Sampaio, para atender mais de 46 mil moradores, mas também começa a agonizar. Está apenas com 1,42% da sua capacidade, 322 milhões de metros cúbicos.

Fonte: Diário do Sertão Central